De olho no varejo, fundo da Advent pode investir US$ 3 bilhões no Brasil

De olho no varejo, fundo da Advent pode investir US$ 3 bilhões no Brasil

Cynthia Decloedt

24 de maio de 2022 | 12h53

Nubank foi alvo de investimento da Advent no Brasil. Foto: JF Diorio/Estadão.

A empresa de private equity Advent International pode destinar ao Brasil US$ 3 bilhões de investimento. O valor é parte do novo fundo de investimento da empresa norte-americana , o GPE X, que captou US$ 25 bilhões.  Na América Latina, o valor a ser destinado do fundo é estimado em US$ 5 bilhões.

A Advent tem sido um das empresas do setor de investimentos de private equity mais ativas no Brasil. Tem participação em empresas que passam desde Nubank até Kopenhagen, Allied e Ebanx. A mais recente é a venda do Grupo BIG para o Carrefour, ainda pendente de aprovação regulatória, e que pode resultar no Advent como acionista da rede francesa.

“O Brasil é uma economia bem relevante dentro do programa Lapef, por meio do qual fazemos nossos investimentos na América Latina”, disse ao Broadcast o sócio da Advent Juan Pablo Zucchini. Para o novo fundo anunciado, o GPE X, a estratégia é de alocar os recursos em empresas da Europa, Estados Unidos, Ásia e América Latina.

No Brasil, os investimentos do fundo GPE X devem ser feitos em conjunto com os da família de fundos Lapef, que captou US$ 2 bilhões em 2020. “O Brasil tem representado entre 60% e 65% dos investimentos da América Latina”, acrescentou Zucchini. México e Colômbia concentram a maior parte do restante.  A estratégia de investimento em conjunto com o fundo global da família GPE permite aquisições de valores mais altos na América Latina. Isoladamente, o fundo Lapef faz negócios de US$ 100 milhões a US$ 250 milhões na região.

“Com isso, temos flexibilidade de fazer cheques maiores para transações grandes na América Latina, como a aquisição recente da rede de varejo supermercadista Big e do Ebanx”, citou. São montantes que variam de US$ 400 milhões a US$ 500 milhões, o correspondente a valores de R$ 2,5 bilhões a R$ 3 bilhões.

Oportunidades

Apesar do momento turbulento que vive o mundo e o País, o investidor destaca que a Advent tem encontrado oportunidades no Brasil em tecnologia, varejo, saúde, indústria e no segmento financeiro. “O Brasil não é só a maior economia na região, mas é uma economia muito dinâmica. Olhamos algumas empresas que não existiam há cinco ou sete anos”, afirmou.

O setor de varejo continua um alvo importante para a Advent, apesar do ambiente macroeconômico desfavorável ao consumo interno. O executivo diz que, entre todos os setores que investem na América Latina, este é o que mais tem se mostrado sensível às mudanças na economia, mas é também onde enxerga várias oportunidades.

“O varejo e consumo são setores que olhamos muito ativamente e há boas oportunidades. Tem empresas que estão sofrendo mais e outras ganhando market share e crescendo”, disse Zucchini.

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 24/05/22, às 11h57

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Tudo o que sabemos sobre:

AdventGrupo BigNubank

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.