Depois de muito barulho, fundo abutre Aurelius abandona Oi

Depois de muito barulho, fundo abutre Aurelius abandona Oi

Economia & Negócios

18 de julho de 2018 | 04h00

Depois de liderar várias brigas na Justiça contra a Oi, inclusive na Corte holandesa, o fundo abutre Aurelius já não é mais um dos credores da tele. Seguindo sua estratégia de atuação, o fundo aproveitou a alta dos bônus no mercado secundário de dívida externa, após a aprovação do plano de recuperação da empresa, para realizar lucro. Os papéis foram adquiridos perto das mínimas, na iminência do pedido de recuperação judicial da empresa, em 2016. O Aurelius chegou a ter US $ 600 milhões de bônus da Oi . O fundo é conhecido mundialmente por sua postura agressiva e litigiosa enquanto credor de empresas e governos em situação de estresse financeiro. O Aurelius foi, por exemplo, responsável pelo calote da Argentina em 2014.

Sem compromisso. Sem compromisso com a recuperação do devedor, o fundo entra, normalmente, no pior momento da empresa com objetivo de obter retorno na virada do papel, muitas vezes equivalente a centavos de dólar, mas que porcentualmente resultam num excelente retorno.

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tendências: