Depois de suspender IPO, Rio Alto prepara captação de R$ 600 milhões

Depois de suspender IPO, Rio Alto prepara captação de R$ 600 milhões

Fernanda Guimarães e Cynthia Decloedt

06 de maio de 2021 | 05h20

Depois de suspender sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) por conta da volatilidade do mercado, a empresa de energia renovável Rio Alto prepara uma operação para captar R$ 600 milhões como dívida. O dinheiro será usado para seguir com seus projetos.

A operação está sendo estruturada pelo Credit Suisse. Por ora o IPO foi para a gaveta, mas faz parte do pacote do empréstimo a ideia de que seja retomado quando o mercado estiver mais receptivo. Gestoras, que haviam demonstrado interesse em ancorar a oferta inicial, também devem participar da transação. Procurada, Rio Alto não comentou.

Empresa buscava levantar R$ 800 milhões no IPO

A intenção inicial da Rio Alto era levantar em torno de R$ 800 milhões no IPO. Antes de suspender a operação, chegou a reduzir o valor das ações na oferta, implicando numa captação de R$ 650 milhões. A companhia tem dez projetos de energia solar no Nordeste, sendo que três estão em operação comercial. Os demais têm previsão de serem concluídos em 2023.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 05/05, às 15h15.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

rio altoIPOsolar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.