Digital ajudou poucas das PMEs mais afetadas pela Covid a reduzirem perdas

Digital ajudou poucas das PMEs mais afetadas pela Covid a reduzirem perdas

Cynthia Decloedt

20 de agosto de 2020 | 05h00

Poucos micro e pequenos empresários dos setores mais atingidos pelo isolamento social, na esteira da pandemia do novo coronavírus, conseguiram utilizar as ferramentas digitais de modo a evitar perdas relevantes de seu faturamento. Uma pesquisa da BizCapital! identificou que 20% dos prestadores de serviço usaram o canal digital para sustentar seus negócios, enquanto no comércio, o porcentual ficou em 13%. Os donos de bares e restaurantes canalizaram apenas 7% das vendas para o digital, e no varejo de moda, 11% buscaram se reinventar no online. A pesquisa foi feita com 2 mil entrevistados, que viram, ao mesmo tempo, uma forte depreciação do faturamento da segunda quinzena de março até a primeira quinzena de julho. Em serviços, de modo geral, a retração foi de 47%, e no comércio, de 37%. Os donos de bares e restaurantes perderam 55% de seu faturamento, e os de lojas de roupas, 51%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.