Diretores compram ações e Sertrading conclui reorganização societária

Fernanda Guimarães

12 de dezembro de 2020 | 21h48

A empresa de comércio exterior Sertrading acaba de concluir uma reorganização societária. Um grupo de diretores comprou 35% das ações. Os vendedores foram o financista Jair Ribeiro e o empresário Paulo Brito, fundador da Aura Minerals, que estão fora do dia a dia da empresa. Com a transação, os seis diretores da Sertrading passam a deter 93% do capital da companhia. Ribeiro permanece com 7% das ações.

Pra frente. Fundada em 2001 pelo empresário Alfredo de Goeye, a Sertrading crescerá 60% seu faturamento em 2020, chegando em R$ 4,5 bilhões. Em 2019, a empresa já tinha crescido 50%. O desempenho recente é atribuído à diversificação da base de clientes. A Sertrading importa para cerca de 100 grandes multinacionais e brasileiras, e é uma das maiores em importação de jatos executivos.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

sertradingações

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.