Distribuidoras esperam que projeto de lei simplifique ICMS sobre combustíveis

Distribuidoras esperam que projeto de lei simplifique ICMS sobre combustíveis

Fernanda Nunes

15 de fevereiro de 2022 | 05h45

Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Distribuidoras de combustíveis de grande porte apostam na controvérsia em torno dos preços da gasolina e do diesel para tirar do papel uma reivindicação que perdura duas décadas – a da simplificação do ICMS. A expectativa é de que o Senado receba nesta terça-feira a minuta do Projeto de Lei 1120, que substitui a cobrança em alíquotas ao longo da cadeia por uma solução monofásica, com valor anual pré-fixado.

O argumento das empresas é que a simplificação do modelo de cálculo do tributo enfraquece a sonegação e a fraude no setor, estimada em R$ 14 bilhões pela FGV. No médio prazo, com a faxina do mercado, a arrecadação dos Estados tende a crescer e vai ficar mais fácil reduzir os preços dos combustíveis para os consumidores, alegam as distribuidoras.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 14/02, às 16h48.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

combustíveispetróleoicms

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.