Dois anos após vender Recovery, BTG Pactual prepara volta ao varejo

Dois anos após vender Recovery, BTG Pactual prepara volta ao varejo

Coluna do Broadcast

14 Setembro 2017 | 05h00

O BTG Pactual prepara a sua volta ao varejo de empréstimos vencidos inadimplentes, os chamados créditos podres. O ingresso deve ocorrer ainda em 2017, quase dois anos após vender sua joia da coroa, a Recovery, líder deste setor, ao Itaú Unibanco. O banco ainda não teria se decidido se a operação será abrigada na plataforma atual, a Enforce, que é focada em crédito corporativo e tem R$ 30 bilhões de portfólio, ou se será segregada.

Favorável
Com cerca de R$ 1 bilhão em orçamento para comprar carteiras podres neste ano, dentre outros ativos, a volta do BTG ao mercado de pessoas físicas deve ocorrer em um momento favorável, apesar de a Caixa, tida como o player mais ativo, ainda estar ausente deste setor. Isso porque o Bradesco planeja ofertar mais R$ 8 bilhões este ano e o Santander Brasil tem engavetada uma venda de cerca de R$ 1,5 bilhão em créditos inadimplentes, além de uma operação que está na rua neste momento.

Siga a @colunadobroad no Twitter