Eleven participou de teleconferência em que IRB confirmou investimentos do Berkshire Hathaway

Eleven participou de teleconferência em que IRB confirmou investimentos do Berkshire Hathaway

Cristiane Barbieri

04 de março de 2020 | 13h19

A empresa de análises Eleven Financial confirmou, por meio de relatório, que participou da teleconferência com o IRB Brasil, “ao lado de vários outros analistas de mercado”, para esclarecer a saída de Ivan Monteiro da presidência do conselho da resseguradora.

Entenda: IRB distribuiu a acionistas documento de suposta fatia na Berkshire

Carlos Daltozo, chefe de renda variável e a analista Tatiana Brandt escreveram: “O call contou com a participação dos dois principais executivos da companhia, o CEO, José Carlos Cardoso, e o CFO (diretor financeiro), Fernando Passos. (…) Em determinado momento, quando questionados sobre a participação da BRK (Berkshire Hathaway) na base de acionistas do IRB, os executivos disseram que têm uma relação próxima com o sr. Ajit Jain, homem forte da Berkshire Hathaway e responsável pela operação de seguros da holding americana. Afirmaram, ainda, que a BRK é cliente e retrocessionária do IRB desde a época do IPO (oferta inicial) e que depois, passaram a ser investidores e, recentemente, aumentaram a posição via Berkshire Hathaway International Insurance Ltd.”

Ontem à noite, a Berkshire disse, em comunicado, que “nunca deteve ações e não tem a intenção de se tornar um acionista do IRB”.

O IRB, por sua vez, havia informado, em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre o tema, que nunca havia afirmado “que tal grupo fosse seu acionista.”

“Entendemos que toda esta confusão provoca um flag (alerta) importante de Governança no IRB. (…) A cronologia dos fatos deve ser investigada pelos órgãos competentes, principalmente a CVM que após a carta da Squadra, abriu alguns processos administrativos contra o IRB (…) Com isso, ajustamos nosso modelo de valuation para refletir maior prêmio de risco.”

Assim, a Eleven reduziu o preço alvo da ação para R$ 38. Por ora, a recomendação de compra foi mantida. “Os números divulgados pela companhia, assinados por auditores, conselheiros dentre outros, são informações de fontes fidedignas e o guidance (projeção) divulgado prevê a continuidade do crescimento da companhia.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Quer saber mais sobre o Broadcast? Fale conosco

 

Tudo o que sabemos sobre:

IRBBerkshire Hathawayseguros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.