Tradicional no ramo de costura, fabricante Elgin vai investir R$ 140 mi em energia solar neste ano

Tradicional no ramo de costura, fabricante Elgin vai investir R$ 140 mi em energia solar neste ano

Denise Luna

19 de maio de 2021 | 05h40

A Elgin vai investir R$ 140 milhões em sua divisão de energia solar este ano, quase três vezes a mais do que no ano passado, impulsionada pelo aumento de demanda nesse segmento. A previsão é de que a área cresça 150% este ano em relação a 2020.

No ano passado, a energia solar já havia crescido 140% em relação a 2019, com a ampliação de pedidos de empresas integradoras que atuam em projetos para residências, comércios, indústrias e propriedades rurais.

Fabricante nasceu no segmento de costura

Nascida há 70 anos no segmento de costura, a Elgin atua hoje como distribuidora de equipamentos fotovoltaicos e provedora de soluções nas áreas de climatização, refrigeração, iluminação, automação, informática, telefonia e… costura.

O grupo atua no setor fotovoltaico desde 2017 e, no ano passado, criou uma divisão para ampliar os negócios de energia solar. Entre 2019 e 2020, os geradores residenciais lideraram os pedidos na Elgin, com 85% de participação, seguidos pelos geradores comerciais (10%) e industriais (5%). A expectativa é que a área se torne a mais representativa da empresa em até cinco anos.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 17/05, às 12h09.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

elginR$ 140 milhõessolar

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.