Em meio à pandemia, fintech Zap Bank abre operação no Paraguai

Em meio à pandemia, fintech Zap Bank abre operação no Paraguai

Aline Bronzati

27 de maio de 2020 | 04h33

Ponte da Amizade, que une Foz do Iguaçu no Brasil e Ciudad del Este, no Paraguai. FOTO KIKO SIERICH/ESTADAO

A fintech brasileira Conta Zap Bank vai começar a operar também no Paraguai. Voltada às classes C, D e E, a novata já tinha o plano de expansão para a América Latina, mantido a despeito da pandemia gerada pelo novo coronavírus. A chegada ao Paraguai marca a nova fase que inclui ainda os mercados da Argentina e Peru.

Transferências são feitas por mensagens

A meta é abrir 150 mil contas no primeiro ano de operação, com movimento aproximado de US$ 1 milhão no total. O projeto é tocado pelos sócios Pedro e Alejandro Zucolillo, membros do conselho e presidentes de empresas do Grupo Zuccolillo, dono do Banco Atlas e do qual a fintech é parceira.

Como funciona. A Conta Zap Bank é uma plataforma gratuita que permite realizar transações financeiras por mensagens, WhatsApp e Facebook, tais como pagamento de contas e boletos, transferências de valores, recargas de celular e emissão de boletos. Lançada em 2019, conta com 500 mil clientes e tem crescido junto ao público desbancarizado e negativado.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

fintechBanco Atlascoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.