Em poucas horas, fundo de cannabis capta R$ 3 mi

Em poucas horas, fundo de cannabis capta R$ 3 mi

Coluna do Broadcast

30 de outubro de 2019 | 04h00

Não é apenas para o mercado de renda variável doméstico que migram os ativos em época de juros baixos no Brasil. A Vítreo lançou o primeiro fundo de investimentos que aplica em ações e fundos de índices (ETF, na sigla em inglês) de empresas americanas e canadenses de cannabis e em poucas horas já tinha captado R$ 3 milhões. Por questões regulatórias, o produto é apenas destinado a investidores qualificados, que são aqueles com mais de R$ 1 milhão em investimentos. Isso porque o fundo compra ativos no exterior, em mercado em que o uso da cannabis é permitido. A empresa deixa claro em sua página que o investidor não estará contra a lei brasileira ao aportar no fundo. O investimento é feito em empresas de países que já legalizaram o uso medicinal da cannabis, como Canadá, Uruguai e alguns estados dos EUA.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Fundo Cannabis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: