Em um mês, fundo do BNDES com fintechs concede R$ 40 mi em crédito

Em um mês, fundo do BNDES com fintechs concede R$ 40 mi em crédito

Matheus Piovesana

09 de dezembro de 2021 | 05h20

Expectativa é conceder todo o montante antes de fundo completar um ano  Foto: Wilton Junior/Estadão

Após a maratona da pandemia, começou a corrida por caixa. Em pouco mais um mês, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e as gestoras Empírica e Gauss já emprestaram R$ 40 milhões, dos R$ 407 milhões disponíveis, via fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC). A expectativa é conceder todo o montante antes de o FIDC completar um ano de existência.

A fintech BizCapital, que atende pequenas e médias empresas, e o “shopping de crédito” Finpass estão por trás dos empréstimos. Com a promessa de taxas mais em conta e de respostas mais rápidas aos pedidos de recursos, a Biz espera atrair clientes dos grandes bancos e emprestar R$ 1 bilhão no ano que vem. A carteira da fintech, criada em 2017, soma hoje R$ 350 milhões – ou seja, o fundo com o BNDES pode ajudá-la a mais que dobrar o saldo.

A BizCapital opera duas linhas: uma de capital de giro, com prazos de seis a 36 meses, e outra do chamado “buy now, pay later”, espécie de crediário digital, com prazo de 30 dias, no qual as empresas podem, por exemplo, estender o vencimento de boletos.

A fintech tem como prioridade atender empresas com faturamento anual até R$ 10 milhões, e concede em média R$ 100 mil por empréstimo. Embora não revele números, afirma que a inadimplência está próxima da média do mercado. Em outubro, segundo o Banco Central, o índice do sistema ficou estável, em 2,3%.

Demanda mais alta

Mesmo antes do FIDC do BNDES, a Biz já tinha nesse tipo de fundo sua principal fonte de captação. Com a reabertura da economia, a demanda pelos empréstimos da fintech tem crescido, em especial no setor de varejo, que além de caixa para reabrir as portas, ainda precisa investir na digitalização do negócio. Os lojistas, que respondiam por 40% da carteira total da fintech, chegaram a 53% neste fim de ano.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 08/12/21, às 10h20.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

bndesfintechsfundoFIDCscrédito

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.