Emissões de títulos incentivados disparam nos últimos três meses do ano

Coluna do Broadcast

07 Dezembro 2016 | 05h00

As emissões de títulos incentivados dispararam nos últimos três meses do ano, puxadas pelos Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs). O diretor de renda fixa do Itaú BBA, Felipe Wilberg, calcula em R$ 10 bilhões as colocações de papéis que dão isenção de Imposto de Renda (CRAs, CRIs e debêntures de infraestrutura) de outubro a dezembro. O volume é o mesmo emitido nos primeiros nove meses do ano.

Taxas caindo

A demanda pelos títulos faz com que a remuneração seja puxada para baixo na maioria das operações.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Mais conteúdo sobre:

investimentos