Empresas brasileiras adotarão gestão de saúde emocional nos próximos 2 anos

Fernanda Guimarães

04 de março de 2020 | 05h00

As empresas brasileiras estudam implementar programas de saúde mental nos próximos dois anos. Pesquisa “Tendências de Saúde Mental na América Latina e Caribe 2019”, da consultoria Mercer Marsh Benefícios, apontou que 78% das companhias brasileiras desejam ter algum programa desse tipo. Em 77,2% delas os trabalhadores já participam do planejamento das iniciativas de gestão de saúde mental. A pesquisa foi feita com 880 empresas, de 11 países na América Latina.

Suporte. No Brasil, 79,8% das empresas afirmaram ter a diretoria apoiando ativamente as iniciativas relacionadas à saúde emocional. Além disso, 52,5% delas afirmaram ter um profissional com formação dedicado nessa área.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: