Empresas que lançaram cartão próprio com bandeira Visa crescem 21% em 2020

Empresas que lançaram cartão próprio com bandeira Visa crescem 21% em 2020

Gabriel Baldocchi

06 de abril de 2021 | 05h15

 Barracas aceitam cartões de crédito e débito. FOTO: HÉLVIO ROMERO/AE

Parte do esforço das companhias para diversificar os negócios e oferecer serviços financeiros, o lançamento de cartões de crédito próprios tem avançado no País. O número de empresas que aderiram à iniciativa em parceria com a Visa subiu 21% no ano passado. Entre os nomes que se juntaram recentemente a esse grupo estão iFood e Samsung.

Por ter uma bandeira por trás, os cartões conhecidos como co-branded são aceitos em outros estabelecimentos além dos da empresa que o lançou. O que o torna atraente aos clientes são as premiações e bonificações nas compras feitas no emissor. Já para as companhias, além de ser um canal de fidelização e nova fonte de receita, também é um caminho para obter mais informações sobre o comportamento de seus consumidores.

Ao perceber o interesse de empresas com menos tradição no lançamento de cartões próprios – antes a prática era mais restrita ao varejo e às companhias aéreas – a Visa criou, em 2019, uma modalidade para agilizar os lançamentos, com parceiros que facilitam a adoção de programas como o cashback pelos emissores. Até o ano passado, 120 empresas haviam aderido à opção.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 05/04/2021, às 16:35:11 .

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

VisaCartõesserviços financeiros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.