Empresas têm pouco avanço em questões de sustentabilidade, mostra FGV

Empresas têm pouco avanço em questões de sustentabilidade, mostra FGV

Coluna do Broadcast

13 de novembro de 2019 | 04h00

Por Fernanda Guimarães

O assunto está na moda, mas 62 empresas listadas no Ibovespa entre os anos de 2012 e 2016 apresentaram poucos avanços em questões de sustentabilidade. Esse é o resultado da pesquisa “As Companhias Brasileiras são socialmente sustentáveis?”, realizado pelo Grupo de Pesquisas em Direito, Gênero e Identidade (GPDG) da FGV Direito-SP, e que será apresentada amanhã, dia 13. Apesar do senso comum indicar o contrário, levantamento aponta também que o desempenho em adoção de iniciativas de sustentabilidade das companhias mistas é 36% melhor que o das companhias privadas.

Divisão. Dentre as dez iniciativas de sustentabilidade mais empregadas pelas companhias, metade é de cunho ambiental. Três são de caráter filantrópico, uma é relativa à sustentabilidade na governança e uma refere-se ao monitoramento da diversidade.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

sustentabilidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.