Empréstimo a empresas do setor elétrico deve ser liberado no dia 12

Empréstimo a empresas do setor elétrico deve ser liberado no dia 12

Anne Warth

07 de junho de 2020 | 05h17

Torres de linhas de transmissão de energia. Crédito da foto: MARCELO MIN/ESTADÃO CONTEÚDO

Brasília, 07/06/2020 – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve votar a proposta para regulamentar o empréstimo bilionário de socorro ao setor elétrico na próxima sexta-feira, 12. A ideia é convocar reunião extraordinária para discutir o tema. Ao longo da próxima semana, o órgão regulador pretende analisar todas as 404 contribuições que 82 instituições apresentaram durante a consulta pública.

Juntos somos mais fortes. Pelo menos oito bancos públicos e privados devem participar do financiamento. O pool é liderado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cuja participação deve ficar entre 20% e 30%. A Aneel propôs um teto de R$ 16,2 bilhões para a operação. Os juros ainda estão em negociação, mas devem ficar em CDI mais 2,5% a 2,75% ao ano. A primeira tranche deve ser liberada até 21 de junho.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

socorro a elétricasenergia elétricabndes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: