Endividamento dos brasileiros volta ao nível pré-pandemia

Endividamento dos brasileiros volta ao nível pré-pandemia

Fernanda Guimarães

01 de dezembro de 2020 | 05h05

 

O brasileiro voltou a ter algum fôlego financeiro depois do baque econômico provocado pela crise. O número de brasileiros com dívidas caiu pela terceira vez consecutiva em novembro, retornando ao nível registrado em fevereiro, antes da pandemia, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que acaba de fazer sua Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), que será divulgada amanhã (1º).

Oscilação. O estudo mostra que 66% dos brasileiros estão endividados, retração de 0,5 ponto porcentual em relação a outubro. No comparativo anual, contudo, o indicador registrou aumento de 0,9 ponto porcentual.

No pescoço. O total de famílias com dívidas ou contas em atraso também apresentou a terceira redução consecutiva. Foi de 26,1% em outubro para 25,7%, em novembro. Em comparação a igual mês de 2019, houve crescimento de 1 ponto porcentual.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

endividamentocrisepandemiaCNC

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.