Entre 500 empresários, 76% esperam queda de lucro e receita

Entre 500 empresários, 76% esperam queda de lucro e receita

Cynthia Decloedt

06 de maio de 2020 | 05h11

Passageiros aguardam para embarcar no VLT na estação Candelaria no centro do Rio. FOTO: WILTON JUNIOR / ESTADÃO

Mais de dois terços – exatamente 66% – de 500 empresários entrevistados pela consultoria PwC Brasil esperam que os negócios de suas empresas sofrem grande impacto em decorrência do covid-19, especialmente por meio de uma redução de lucro e receitas (76%). Mas a maioria (45%) espera que o impacto seja rápido, durante um trimestre. Não é desprezível, entretanto, o porcentual de 37% dos que esperam ver seus negócios atingidos pelo prazo de um ano.

Prudência. Quase que a totalidade dos empresários consultados (92%) colocou sua empresa para trabalhar no esquema home office , sendo que 36% esperam que a quarentena se encerre em dois e 24% acreditam ser necessários 90 dias para a volta à normalidade.

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Quer saber mais sobre o Broadcast? Fale conosco

Tudo o que sabemos sobre:

crise coronavírusconfiança

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.