Estapar fará toque de sino virtual em sua estreia na bolsa

Fernanda Guimarães

13 de maio de 2020 | 05h00

Pátio de veículos. Crédito da foto. VALERIA GONCALVEZ/ESTADAO

São Paulo, 13/05/2019 – Perto de concluir sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a rede de estacionamentos Estapar deverá ter uma cerimônia em sua estreia 100% virtual na B3 – adaptada aos tempos de coronavírus. O tradicional toque de sino, que marca a chegada das novatas na Bolsa e que usualmente lota o salão -, terá novo formato. Os discursos e toque do sino, bem como todo o pacote de comemoração pela oferta, será online e programado para ocorrer na próxima sexta-feira, dia 15. As reuniões com investidores já ocorreram por meio de videoconferência, prática que veio pra ficar em parte dos próximos roadshows.

No telão. Fora do Brasil essa experiência deu certo. Mesmo que os mercados não estejam tão aquecido para ofertas iniciais, elas ocorreram em meio à pandemia. Algumas foram na Bolsa norte-americana Nasdaq, conhecida por abrigar empresas de tecnologia e que têm passado um pouco distante da crise: depois de zerar as perdas, o índice já traz algum ganho em 2020. Por lá, as cerimônias virtuais foram transmitidas também pelo famoso telão que cobre a sede da Nasdaq, em Nova York.

Garantido. A oferta inicial da Estapar, lançada em meio à pandemia, deve movimentar cerca de R$ 350 milhões. O lançamento tem garantia firme do fundo Maranello, que já é acionista da companhia, com uma fatia de 47,7%. Seu único cotista é André Esteves, sócio sênior do BTG Pactual. O prospecto da oferta informou que se as condições causadas pela pandemia do covid-19 reduzirem a demanda pelas ações da empresa no IPO, o Maranello ou entidades relacionadas “manifestaram a intenção” de comprar até a totalidade das ações da oferta”. O preço do papel, no âmbito do IPO, será fechado amanhã, dia 13.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: