Estoques de PS5 e Xbox Series devem ser normalizados só no fim do ano

Estoques de PS5 e Xbox Series devem ser normalizados só no fim do ano

Circe Bonatelli

22 de janeiro de 2021 | 05h09

PlayStation 5 e Xbox Series estão em falta no mercado. Por enquanto, vendas são só online. Crédito da foto: Divulgação / Sony

 

As vendas de PlayStation 5 e Xbox Series, as novas gerações de consoles da Sony e da Microsoft, respectivamente, devem continuar a “conta gotas” no Brasil até o fim do ano. Desde o lançamento desses videogames, no fim do ano passado, as redes varejistas estão sofrendo com a escassez de produtos. “As fabricantes ainda terão muito trabalho para se adequar à demanda”, estima Alexandre Elias, diretor da marketing da Rcell, importadora e distribuidora oficial dos consoles no País.

De olho na tela. Com as pessoas passando mais tempo em casa durante a pandemia, a procura por games disparou. Além disso, os lançamentos recentes atiçaram o interesse do público. Porém, do lado da oferta, o setor enfrenta gargalos com a perda no ritmo da cadeia produtiva por fatores como o distanciamento social e até mesmo paralisações de fábricas, também em consequência da covid-19.

Só online. A Rcell informa que tem recebido novos lotes todos os meses, mas os volumes variam, o que impede que as vendas aos consumidores finais deslanchem. Por ora, as vendas só acontecem na internet, sem consoles nas lojas físicas.

Fila. No caso do PS5, houve distribuição prioritária para os varejistas de grande porte, e só agora os produtos estão chegando aos lojistas especializados em jogos eletrônicos. Já o Xbox Series ainda está limitado às grandes redes. Sem mercadorias, os lojistas estão fazendo ofertas de pré-venda, com previsão de entregas para março em alguns casos.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

PS5XboxSonyMicrosoft

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.