Ex-BB Marcelo Serfaty deve presidir conselho de administração do BNDES

Ex-BB Marcelo Serfaty deve presidir conselho de administração do BNDES

Coluna do Broadcast

20 de outubro de 2019 | 04h00

O ex-conselheiro do Banco do Brasil, Marcelo Serfaty, já tem destino dentro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele deve presidir o Conselho de Administração do banco de fomento no lugar de Carlos Thadeu de Freitas Gomes. Sócio-fundador do fundo de private equity (que compra participação de companhias) G5 Partners, Serfaty chegou ao BNDES com a missão de ajudar e acelerar no processo de venda de ativos, que até aqui tem deixado a desejar.

Tá puxado. A troca no colegiado do banco de fomento ocorre após a destituição do diretor de Investimentos, Mercado de Capitais e Crédito Indireto do BNDES, André Laloni, que pediu licença do banco após falta de apoio da direção para tocar a agenda de desinvestimentos. Serfaty substituirá Gomes que, antes de comandar o colegiado da instituição, ocupou o cargo de diretor do BNDES entre agosto de 2017 a janeiro deste ano.

Falou demais. Internamente havia quem visse com preocupação declarações recentes dadas por Carlos Thadeu Gomes à imprensa. A mais recente foi sobre a destituição de Laloni enquanto o tema ainda estava em votação no Conselho.

De cima. A indicação de seu nome, que fica a cargo do governo, já teria sido feita e está no Comitê de Elegibilidade do BNDES. No BB, Serfaty era o conselheiro independente indicado pelo Ministério da Economia. O nome tem de ser votado em Assembleia Geral Extraordinária do banco. Procurado, o BNDES não comentou. O Ministério da Economia também não se manifestou.

Siga a @colunadobroadcast no Twitter
Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: