Fabricantes de ônibus terão crédito de US$ 1 bi para produzir frota sem poluentes

Fabricantes de ônibus terão crédito de US$ 1 bi para produzir frota sem poluentes

Circe Bonatelli

04 de dezembro de 2020 | 05h05

Pátio de ônibus na capital paulista. Crédito da foto: Felipe Rau / Estadão

 

Fabricantes de ônibus e instituições financeiras fecharam uma aliança internacional para aumentar a realização de transportes por meio de veículos com zero de emissões de gás carbônico no Brasil, Chile, Colômbia e México em 2021. A meta da aliança é atingir até US$ 1 bilhão em investimentos para atualização da frota nas principais capitais desses países a partir dos próximos anos.

Respirar melhor. A mudança de ônibus movidos a combustíveis fósseis para veículos zero emissões é importante para melhorar a qualidade do ar nas cidades e combater as mudanças climáticas. O transporte representa uma grande parte das emissões de gases causadores do efeito estufa: 71% na Cidade do México; 43% em Medellín; 79% em Santiago; e 61% em São Paulo.

Quem. A aliança é articulada pela organização batizada de Zebra (sigla em inglês para aceleradora do desenvolvimento de veículos de zero emissão), uma parceria da rede C40 Cities e do Conselho Internacional de Transporte Limpo (ICCT).

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

ônibuspoluentes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.