Falta de aconselhamento limita interesse por investimentos sustentáveis

Falta de aconselhamento limita interesse por investimentos sustentáveis

Economia & Negócios

16 Agosto 2018 | 04h00

A ausência de aconselhamento sobre como aplicar em empresas sustentáveis – comprometidas com o meio ambiente e com o desenvolvimento social – é um dos fatores que limitam o interesse de investidores brasileiros na categoria, de acordo com pesquisa da gestora Schroders, que globalmente tem US$ 605 bilhões em ativos sob gestão. O motivo foi apontado por 32% dos entrevistados, que também consideram como impeditivo a falta de informação sobre o quanto os gestores conhecem as empresas nas quais investem. Globalmente, os dois quesitos também aparecem como de maior relevância, mas para um porcentual menor, de 26% dos entrevistados.

Retorno. O retorno proporcionado pelos investimentos sustentáveis em comparação aos tradicionais foi igualmente identificado como preocupação para aqueles que gostariam de estar engajados com empresas social e ambientalmente responsáveis. Entre os brasileiros, o tema foi citado por 27% dos entrevistados, contra 25% mundialmente.

Siga a @colunadobroad no Twitter