Família lança startup de saúde e quer rodada de captação em 2021

Família lança startup de saúde e quer rodada de captação em 2021

Fernanda Guimarães

15 de dezembro de 2020 | 05h30

Waldyr Soares, um dos responsáveis em trazer ao Brasil a ginástica aeróbica na década de 1980, lançará amanhã uma startup do setor no auge de seus 80 anos, ao lado dos filhos Marcello e Diego. O investimento inicial é de R$ 2 milhões, mas a empresa vai fazer uma rodada de captação no ano que vem para buscar mais R$ 4 milhões junto a investidores. A plataforma, que entrará no ar em março, será especializada na capacitação de profissionais de saúde e bem-estar com conteúdos.

Tem mais. Na segunda fase do projeto, os profissionais terão acesso a soluções de gestão e controle professor/aluno, na qual será possível acompanhar treinos e rendimentos, além de indicar novas rotinas de exercícios e dietas. Em tempos de pandemia, também será possível realizar consultas e treinos via vídeo.

Na veia. Do lado do professor, a ideia é ajudar na gestão do negócio, tanto de alunos quanto a financeira. A nova empreitada ocorreu após Soares vender a Fitness Brasil, escola para capacitação de profissionais de educação física e condicionamento físico de atletas, no ano passado para se aposentar. O sangue empreendedor, porém, o fez esperar um pouco mais.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

saúde#startups#aeróbica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.