Fazenda consulta TCU sobre venda de ações golden share

Coluna do Broadcast

06 Setembro 2017 | 05h00

O Ministério da Fazenda consultou o Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a venda de ações de classe especial detidas pela União, chamadas golden share, no âmbito do processo de venda de empresas estatais. Dentre as companhias nesta condição e na mira do governo estão o ressegurador IRB Brasil Re, que acaba de abrir capital, além de Vale, Embraer e Eletrobras.

Valem ouro. O objetivo do governo é, em um processo de privatização, abrir mão das ações especiais, se necessário, para viabilizar o negócio. Além disso, a percepção no mercado é de que a golden share tem pouco efeito prático e não é muito bem vista, uma vez que garante à União, dentre outros poderes, o de veto em situações estabelecidas em contrato.

Com a palavra. Procurado, o TCU informou que não há qualquer decisão sobre a consulta feita no último dia 31 de agosto e que tem relatoria do ministro José Mucio Monteiro Filho. A Fazenda explicou que fez uma consulta específica para a hipótese de haver necessidade dentro de um processo de privatização.

Siga a @colunadobroad no Twitter