Fibria bate martelo e vai ao exterior para captar pelo menos US$ 500 mi

Economia & Negócios

21 de outubro de 2016 | 05h00

A Fibria, de papel e celulose, acaba de bater o martelo para captar pelo menos US$ 500 milhões com emissão de bônus de 10 anos no exterior. Paralelamente, no entanto, a Fibria busca R$ 1,7 bilhão com Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs), a coqueluche do momento nas captações locais.

Tudo o que sabemos sobre:

fibria

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.