Fintech Bulla se prepara para buscar primeira rodada de capital

Fintech Bulla se prepara para buscar primeira rodada de capital

Cynthia Decloedt

01 de abril de 2022 | 05h35

Dólares Paul Yeung/ Bloomberg

A fintech de crédito digital Bulla quer alavancar seus negócios este ano com o objetivo de ganhar musculatura, antes de sentar à mesa de negociações com fundos de venture capital para levantar uma primeira rodada de investimentos. Um dos carros-chefes dessa estratégia é o cartão de antecipação salarial, que passou a oferecer após a aquisição da WEX, em 2020.

No fim de janeiro, a Bulla tinha emitido 350 mil cartões e a meta é ter mais 240 mil cartões este ano. O cartão permite antecipações de até 30% do valor da remuneração mensal, sem juros para o funcionário e sem desembolso ou custo adicional para empregadores. A Bulla atua também no empréstimo P2P (Peer to Peer Lending) e prevê fechar o ano com um total de R$ 330 milhões em créditos concedidos. Hoje, são R$ 190 milhões.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 31/03/22, às 17h55.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.