Fintech Dave vê Nubank como inspiração na briga com bancões dos EUA

Fintech Dave vê Nubank como inspiração na briga com bancões dos EUA

Gabriel Baldocchi

05 de janeiro de 2022 | 05h20

Nubank é considerado caso de sucesso entre competidores   Foto: JF Diorio/Estadão

A decisão do Nubank de optar pelos EUA para sua abertura de capital na Bolsa está fazendo mais do que fincar o nome do grupo na cena global das finanças. Por lá, o modelo do banco digital virou inspiração para empreendedores com histórias semelhantes, como a Dave, fintech da Califórnia avaliada em US$ 4 bilhões, e que lançou guerra contra as tarifas cobradas pelos bancões americanos.

Num evento a investidores, no fim do ano passado, Jason Wilk, CEO e fundador da companhia, afirmou que a brasileira tem uma solução de crédito sem precedentes e é vista como um dos casos de sucesso mais interessantes entre competidores.

A Dave foi criada em 2017 e prega como principal diferencial sobre os bancos tradicionais o baixo custo da sua operação, com 250 funcionários para atender 12 milhões de clientes, sem agência física. O público-alvo são jovens entre 18 e 25 anos e que precisam de crédito barato no início da vida profissional.

Até o nome da empresa carrega uma referência semelhante à associada ao Nubank. Dave (o equivalente a Davi, em português) é uma referência à briga de Davi contra Golias, como a empresa enxerga sua batalha com os bancos tradicionais, tal qual a missão da qual o Nubank se investiu – David também é o nome de um dos fundadores do banco brasileiro.

A fintech americana estima um mercado potencial de 150 milhões de clientes e está a caminho da Bolsa. Também aqui o Nubank pode ser inspiração. O banco digital estreou com alta de mais de 14% na Bolsa de Nova York, no fim do ano passado, e vem recebendo recomendações positivas de analistas.

Em relatórios desta semana, UBS BB, Goldman Sachs e Morgan Stanley deram recomendações de compra para a ação. O principal destaque é capacidade de crescimento acelerado. A estimativa é que o banco digital dobre o número de clientes dos atuais 48 milhões para mais de 100 milhões, disseram os analistas.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 04/01/22, às 16h41.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Nubankfintechbanco digitalDaveBancoseua

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.