Fintech de empréstimo pessoal, Sim deve atingir R$ 1 bi em carteira

André Ítalo Rocha

08 de outubro de 2020 | 05h20

A Sim, fintech de empréstimo pessoal do Santander que completa um ano de operação neste mês, se aproxima da marca de R$ 1 bilhão em carteira de crédito. A expectativa é que o feito seja alcançado até o fim do ano. Sem revelar a situação até o momento, a companhia se limita a dizer que a plataforma já recebeu 3 milhões de consultas por crédito, com simulações feitas pelos clientes.

Sufoco. Desde março, quando teve início a pandemia no Brasil, houve um aquecimento na procura por empréstimos pessoais no mercado como um todo, com as simulações passando a crescer cerca de 60% na Sim. “Por um lado, temos uma grande oportunidade de fazer mais negócios, por outro, temos o desafio com relação à inadimplência para que não se torne um problema para o cliente e para nós”, afirma Vinícius Aloe, CEO da Sim.

Promoção. Para marcar o aniversário de um ano, a fintech baixou em 20% a taxa de juros mensal, de 1,79% para 1,45%, até o dia 10, para empréstimos pessoais que têm o carro como garantia contra calotes.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 06/10/2020 às 16:07:26 .

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: