Fitch alfineta concorrentes que ‘banalizaram’ AAA

Fitch alfineta concorrentes que ‘banalizaram’ AAA

Coluna do Broadcast

18 de abril de 2019 | 04h00

A Fitch Ratings alfinetou seus concorrentes durante evento anual realizado em São Paulo. O diretor-executivo de Finanças Corporativas da Fitch, Ricardo Carvalho, criticou movimentos feitos na classificação de risco de algumas companhias brasileiras que já estavam dentro da escala A – de menor risco de inadimplência – e receberam nota máxima AAA, sem, em sua visão, merecerem. Há um movimento de banalização em relação a qualidade de crédito, argumentou. Ele foi além. Aconselhou ainda investidores e empresas estarem atentas a isso. E arrematou pedindo que os ratings da Fitch não fossem comparados com o de outras agências. “Isso destrói valor para os verdadeiros AAA, porque equipara ao mesmo nível de empresas que não são AAA”, justificou Carvalho, da Fitch.

Revival. No ranking das três maiores empresas prestadoras de classificação de risco de crédito estão, além da Fitch, a Standard & Poor’s e a Moody’s. Na crise financeira de 2008, essas agências foram duramente criticadas por não terem previsto movimentos que culminaram com a quebra do setor financeiro, imobiliário e automobilístico dos Estados Unidos, além de colocar o país em recessão, com desdobramentos em todo o mundo.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

fitchrisco

Tendências: