Francesa CNP, IRB e BB Seguridade vão disputar joia da coroa da Caixa

Francesa CNP, IRB e BB Seguridade vão disputar joia da coroa da Caixa

Coluna do Broadcast

24 de setembro de 2019 | 04h00

A francesa CNP Assurances, a resseguradora IRB Brasil Re e a BB Seguridade, do Banco do Brasil, estão entre os finalistas na disputa pela área de seguro habitacional da Caixa Econômica Federal. O ramo é tido como a joia da coroa pela liderança do banco no crédito imobiliário, com quase 70% de participação. São quatro candidatos em cada uma das oito linhas de negócios ofertadas ao mercado, além das três que a Caixa já acertou com a sócia CNP, que hoje detém exclusividade no balcão. Os selecionados têm até 11 de novembro para fazerem seus lances vinculantes, que servem de passaporte para arrematar o ativo. A seleção dos parceiros é essencial para o banco público seguir com os planos de listar sua operação de seguros na Bolsa no início de 2020, a primeira abertura de capital na história da instituição.

Batalha de gigantes. A briga pelo seguro habitacional, atrelado aos financiamentos imobiliários, promete ser aquecida. A seu favor, a CNP tem a aproximação com a sócia Caixa após concluir um novo contrato de exclusividade de R$ 7 bilhões por 25 anos nos ramos de seguro de vida, previdência e prestamista (atrelado a linhas de crédito). Por falar nos franceses, depois da pior crise diplomática já vivida entre Brasil e França, dias melhores parecem estar a caminho. A CNP conseguiu passar para a fase final da disputa em todos os ramos em que se candidatou. Já o IRB, considerado um candidato de peso na disputa, se aliou a um nome estrangeiro para disputar o balcão do banco público.

Com a palavra. Procurada, a Caixa e sua seguradora não comentaram o processo de venda do balcão de seguros. CNP, BB Seguridade e IRB também não se manifestaram.

Tudo o que sabemos sobre:

Caixa Econômica FederalBB Seguridade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.