Fundo da Vitreo que pretende fazer pessoa física do Brasil participar de abertura de capital da XP é questionado

Fundo da Vitreo que pretende fazer pessoa física do Brasil participar de abertura de capital da XP é questionado

Fernanda Guimarães

05 de dezembro de 2019 | 05h24

XP Expert Day 2018 / CREDITO Maicon Machado/Divulgação

A gestora Vitreo chamou atenção com a iniciativa de lançamento de dois fundos de investimento que permitiriam a pessoas físicas ter acesso às ações da XP. No início da próxima semana, a plataforma de investimento abre capital nos Estados Unidos, na Nasdaq. Os interessados que se cadastraram na Vitreo foram alertados, contudo, que o fundo poderia ser excluído do “bookbuilding”,  processo pelo qual os investidores são selecionados a participar da oferta. Se a gestora não conseguisse fazer parte da abertura de capital, “compraria ações ao longo dos primeiros dias”.

Leia mais: Top Picks: analistas recomendam cautela com novatas na Bolsa

Vida real. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o regulador do mercado de capitais brasileiro, não veda a participação de um fundo local em uma abertura de capital no exterior. No entanto, os fundos de investimento entendem que existe um impedimento para essa aquisição como já foi visto em outras ofertas feitas nos Estados Unidos como no caso das empresas de maquininhas PagSeguro, do UOL, e Stone.

Leia ainda: Com risco de calote da Rodovias do Tietê, 15 mil pessoas podem perder investimento

Perde o bonde. De qualquer forma, fundos locais podem comprar as ações no mercado secundário, depois da estreia das ações da XP na bolsa, mas sem aproveitar uma eventual alta no primeiro dia de negociação no pregão. Procurada, a Vítreo afirmou entender que o fundo pode participar do bookbuilding da oferta, “mas que isso não garante que o fundo terá sua demanda atendida, integral ou parcialmente”. “Independentemente da alocação recebida, o objetivo explícito do fundo é investir nas ações da XP para o longo prazo”, escreveu a gestora, em nota. A Vitreo informou ainda que ontem, no primeiro dia de captação, os fundos receberam R$ 18 milhões, “com pelo menos mais o dobro desse volume em interessados”.

Notícia publicada no Broadcast dia 04/12/2019, às 13:55:10

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

XP#IPO #XP #Nasdaq #bolsaVitreo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.