Fundo Mubadala escolhe ex-conselheiro da Braskem para comandar refinaria na Bahia

Fundo Mubadala escolhe ex-conselheiro da Braskem para comandar refinaria na Bahia

Cynthia Decloedt

21 de abril de 2021 | 05h20

Refinaria da Braskem. Foto: Divulgação 

O fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos, o Mubadala, escolheu Luiz de Mendonça para ocupar o cargo de presidente da Refinaria Landulfo Alves (Relam), na Bahia. Em fevereiro, o Mubadala fechou acordo de compra da refinaria, por US$ 1,65 bilhão, da Petrobras e aguarda a aprovação dos órgãos reguladores para a conclusão do negócio.

Mendonça deixou a presidência da Âmbar, braço de energia do Grupo J&F, dos irmãos Batista, no ano passado. Antes disso, esteve por 17 anos no Grupo Odebrecht, renomeado Novanor. Lá, foi presidente da Braskem nos Estados Unidos por mais de um ano, além de membro do conselho da petroquímica por sete anos. Mendonça foi ainda presidente da então Odebrecht Agroindustrial, agora Atvos, por sete anos.

Mubadala tem interesse na Braskem

Com essa nova experiência, pode amarrar a estratégia do fundo emiradense, que tem conversado com a Novanor sobre a aquisição de uma fatia da controladora na Braskem. Analistas afirmam que o Mubadala teria de fato interesse nas operações do Nordeste da Braskem, justamente por conta da Relam.

Em recuperação judicial, a Novanor retomou o processo de venda da Braskem recentemente e tem dito que, para facilitar a venda, consideraria o fatiamento das operações da petroquímica. Procurado, o Mubadala não comentou.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 20/04, às 16h08.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

braskemodebrechtMubadala

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.