Futuro de dólar na bolsa argentina atinge pico em número de contratos

Futuro de dólar na bolsa argentina atinge pico em número de contratos

Coluna do Broadcast

10 de julho de 2019 | 05h11

O contrato futuro de dólar da BYMA (Bolsas y Mercados Argentinos), lançado há um mês e fruto de uma parceria com a B3, atingiu o pico de mais de 408 mil contratos num único dia, em 1º de julho, o equivalente a US$ 408 milhões. O produto tem suas operações processadas pela plataforma PUMA Trading System, da B3 e é terceiro produto negociado no sistema brasileiro. Os primeiros foram os contratos futuros de Real e do índice Merval, que juntos negociaram uma média de 5,7 mil contratos por dia no último mês.

Centro de negócios. A B3 possui hoje participação acionária em quatro bolsas na América Latina – México, Chile, Colômbia e Peru. A bolsa de valores argentina estava incluída no projeto de internacionalização da bolsa brasileira, até então a BM&FBovespa, que previa a aquisição de participações minoritárias nas bolsas de valores na América Latina até o limite regulatório de cada país. Dos países colocados como alvo, Argentina é a única na qual a B3 ainda não tem uma fatia.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem delay, assine o Broadcast+

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.