Futuro VP de tecnologia do BB era sócio da Stone, concorrente da Cielo

Futuro VP de tecnologia do BB era sócio da Stone, concorrente da Cielo

Coluna do Broadcast

10 Janeiro 2019 | 04h00

Fábio Barbosa, futuro vice-presidente de tecnologia do Banco do Brasil, tem experiência no setor como antigo sócio da adquirente Stone. Embora seu nome ainda conste nos documentos societários dessa empresa, ele não ocupa cargo efetivo desde julho do ano passado. Barbosa também já vendeu suas ações na Stone, que abriu capital na bolsa de tecnologia Nasdaq em meio às eleições presidenciais no Brasil. Vale lembrar que a empresa é uma das principais rivais da Cielo, controlada pelo próprio BB em conjunto com o Bradesco. Procurada, a Stone confirmou a atuação do executivo na empresa.

Forasteiro. Em sua primeira conversa com a imprensa, o novo presidente do BB, Rubem Novaes, garantiu que o banco é hoje “extremamente exigente” em aceitar um vice-presidente de fora. É exatamente o caso de Barbosa. Boa parte do seu currículo foi construída no setor de meios de pagamentos, correlacionado ao mundo dos bancos, e também tem passagens em seguros e tecnologia.

Régua. Além de exigências acadêmicas e de governança corporativa, o Comitê de Elegibilidade do BB determina, dentre outros requisitos, que o profissional tenha no mínimo dez anos de experiência, no setor público ou privado, na área de atuação do banco ou diretamente conexa àquela para a qual foi indicado. As regras mencionam ainda conflito de interesse e outras exigências em termos de experiência e cargos. Só passam no Comitê de Elegibilidade do BB os nomes que preenchem todos os pré-requisitos. As regras atuais são muito mais duras que no passado. Teve candidato, inclusive, que deixou de ir adiante no cargo de vice-presidente após ter conhecimento dos critérios de elegibilidade.

Casa Civil. Até aqui, os indicados para a alta cúpula do BB na gestão de Novaes ainda dependem de aval da Casa Civil para depois passarem pelo Comitê de Elegibilidade e também o Conselho de Administração do banco. Os nomes seriam divulgados apenas após esse trâmite como afirmou Novaes em sua posse, mas foram adiantados após a Coluna do Broadcast ter antecipado a lista dos escolhidos. Procurado, o BB não se manifestou. A Stone confirmou que Fabio Barbosa atuou em cargos executivos da Stone Pagamentos e outras companhias do grupo e renunciou aos cargos no ano de 2018.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast +

Mais conteúdo sobre:

StoneBBcielo