Gestora Cerberus prepara fundo de US$ 500 milhões para emergentes, com foco em AL

Gestora Cerberus prepara fundo de US$ 500 milhões para emergentes, com foco em AL

Altamiro Silva Junior

25 de junho de 2021 | 05h30

Foto: Fabio Motta/Estadão

A gestora americana Cerberus está captando recursos para um fundo que pode chegar a US$ 500 milhões. A carteira é voltada para mercados emergentes, mas terá prioridade na América Latina.

A Cerberus negocia com o braço financeiro do Banco Mundial, a International Finance Corporation (IFC), aporte de até US$ 100 milhões nessa carteira.

Fundada em 1992 e com sede em Nova York, a Cerberus tem US$ 55 bilhões em ativos sob gestão. Com escritório em São Paulo, a gestora fez investimentos no setor imobiliário brasileiro, com participação na Brasil Brokers e ativos da BR Properties. A Cerberus atua em private equity (compra de participação), crédito corporativo, títulos hipotecários e compra de títulos de empresas em dificuldade.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 24/06/2021, às 15h13

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

cerberusgestoraeua

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.