Gestora Reag avança no crédito com compra de participação na Taormina

Gestora Reag avança no crédito com compra de participação na Taormina

Karla Spotorno

16 de julho de 2022 | 10h30

Mansur, presidente da Reag   Foto: Reag/Divulgação

A Reag Investimentos fechou novas aquisições e avançou na área de crédito. A gestora independente com R$ 70 bilhões sob gestão anunciou a compra de participação na Taormina, uma originadora de crédito que será responsável por operações de consignados privados, públicos e demais serviços de bancarização junto a clientes.

Além disso, a Reag assinou, em junho, acordos para aquisição de participações na Condocash, uma originadora de crédito para produtos voltados a condomínios empresariais e residenciais, e também com a Stadium Go, originadora de crédito para produtos da área de esportes e entretenimento, além de tokenização e NFTs.

“Estas três etapas, aliadas com a formação de equipe interna de originação de crédito corporativo voltado ao mercado de ‘middle’, imobiliário e operações estruturadas, fazem parte da estrutura voltada para a concessão de crédito, que começou com um fundo proprietário de R$ 100 milhões e com comprometimento de chegar em até R$ 200 milhões até o final de 2022”, afirmou João Carlos Mansur, presidente da Reag. Segundo ele,  o plano é escalar o montante até R$ 1 bilhão em 2023.

O objetivo de todas as movimentações estratégicas na área de originação, disse, é posicionar a gestora também como uma “casa de crédito”.

Em janeiro, a Reag havia adquirido a CredBrasil. O plano nessa aquisição é que essa sociedade de crédito viabilize a bancarização de operações através de emissões de Cédulas de Crédito Bancário (CCB) e operação de contas digitais e outros serviços financeiros para toda a plataforma da gestora. A operação, contudo, ainda depende de autorização do Banco Central.

Outras aquisições

O crescimento da gestora, a 15ª posição da indústria segundo o ranking da Anbima, não ocorre apenas na área de crédito. Também em janeiro, a Reag comprou a Rapier Investimentos, uma gestora de patrimônio do Rio de Janeiro com cerca de R$ 200 milhões sob gestão. A compra agregou o serviço de wealth management, na expressão em inglês, à gestora paulista.

Atualmente, a Reag tem cerca de 50 grandes clientes, entre famílias, indivíduos ultrarricos e empresas, e pouco mais de 220 fundos de investimento.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast Investimentos no dia 15/07/22, às 11h21

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Tudo o que sabemos sobre:

gestoracréditogestão de fortunas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.