Gestores fazem lobby para dupla listagem em evento da Anbima

Gestores fazem lobby para dupla listagem em evento da Anbima

Coluna do Broadcast

25 de abril de 2019 | 04h00

Com o mandato obrigatório de diversificar carteiras, vários gestores aproveitaram o congresso de fundos da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, para pressionar junto a representantes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da B3 pela dupla listagem de ações (aqui e no exterior).

Analgésico. A falta de novas ofertas na bolsa brasileira, suficientes para alocar os recursos que recebem de investidores, tem sido uma dor de cabeça para alguns gestores. O que preocupa esses profissionais é, sobretudo, a incapacidade de adquirir ações de empresas de tecnologia e digitais que têm optado pela bolsa norte-americana. Os mecanismos existentes para comprar esse papéis lá fora acabam limitando o acesso de muitos investidores e fundos a tais ações.

Banho-maria. O assunto está na lista de prioridades da CVM para este ano. Mas não está no topo dos temas tratados pelas equipes técnicas da autarquia nesse momento. O Superintendente de Desenvolvimento de Mercado da CVM, Antonio Berwanger, comentou com a Coluna que as discussões estão em fase “embrionária” nas equipes técnicas.

Calma. Pelo rito, discussões de mudança de regulação são encaminhadas para apreciação do colegiado depois de serem analisadas pelos técnicos. No entanto, Berwanger reafirmou que uma audiência pública sobre o assunto ainda deve acontecer esse ano.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

anbimab3CVMmercado de capitais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.