Gestores lançam fundo filantrópico para investir em startups de saneamento

Gestores lançam fundo filantrópico para investir em startups de saneamento

Cynthia Decloedt

24 de março de 2020 | 05h00

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Em meio ao risco de disseminação do coronavírus em regiões precárias em saneamento e disponibilidade de água, o Instituto Iguá e Climate Ventures lançaram neste domingo (22), Dia Mundial da Água, o fundo Ipu – Water & Sanitation Venture Philanthropy, primeira iniciativa do tipo da Venture Philanthropy. Trata-se de um fundo filantrópico e paciente – em que o retorno dos recursos investidos supera o dos tradicionais – para investimento em startups e ou organizações que estejam focadas em promover mudanças significativas no setor.

Números. O Brasil tem 57 milhões de residências sem acesso à rede de esgoto e 24 milhões sem água encanada, de acordo com os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2018, do IBGE.

Quem é quem. A coordenação geral da iniciativa de Venture Philanthropy Ipu será feita por sua co-fundadora Climate Ventures, organização que tem como missão acelerar uma economia regenerativa e de baixo carbono. Já a gestão das doações será realizada pela SITAWI Finanças do Bem, pioneira no desenvolvimento de soluções financeiras para impacto sócio-ambiental e investidora de impacto mais ativa do Brasil em número de operações. A estruturação jurídica conta com o apoio do escritório de advocacia Tozzini Freire Advogados.

Notícia publicada no Broadcast no dia 23/03/2020, às 09:53:42

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Quer saber mais sobre o Broadcast? Fale conosco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: