Governo de São Paulo fecha parceria público-privada com Unimeds

Governo de São Paulo fecha parceria público-privada com Unimeds

Gabriel Caldeira

01 de dezembro de 2019 | 04h57

FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

O governo do estado de São Paulo fechou uma parceria público-privada com a Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Fesp). A parceria entra em vigor a partir de janeiro e torna possível a utilização de 44 hospitais da rede Unimed no Corujão da Saúde. O programa foi lançado na capital paulista em 2017, quando Doria era prefeito e, no início deste ano, foi expandido para todo o Estado. A meta é reduzir o tempo de espera na fila de exames como mamografias, ultrassonografias e endoscopias.

Leia mais: Primeira fase do Corujão ‘estadual’ da Saúde vai atender só 30% da fila de três exames

Digital. A ampliação do Corujão da Saúde ajudará a atender a população que vive na região metropolitana da capital. Além da rede de hospitais, a Fesp irá compartilhar com o governo um projeto de plataforma eletrônica para prontuários médicos.

Notícia publicada no Broadcast dia 29/11/2019, às 14:25:15

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

Corujão da SaúdeunimedFespGoverno de SP

Tendências: