GPA espera encerrar venda da Via Varejo em outubro

GPA espera encerrar venda da Via Varejo em outubro

Economia & Negócios

03 Agosto 2018 | 04h00

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) espera que o processo de venda da Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, se encerre em outubro. As ofertas devem ser recebidas até setembro, conforme o cronograma almejado. Empresas como Magazine Luiza, a americana Amazon e a chinesa Tencent são apontadas como potenciais interessadas. A venda da Via Varejo foi decidida ainda em 2016, mas não deslanchou, diante da falta de apetite do lado comprador. Nas últimas semanas, a companhia voltou a impor ritmo para o processo de venda. Vem sendo lida como uma sinalização desse ritmo maior a presença no Brasil do membro do Conselho da Via Varejo e homem forte do controlador Casino, Arnaud Strasser. Ele teria vindo ao País na semana passada para participar de conversas.

Valorização. O anúncio de que a Via Varejo migrará para o Novo Mercado, segmento de mais elevadas exigências de governança corporativa, levantou o questionamento sobre se o GPA partiria para um desinvestimento por meio da venda de ações em bolsa, com uma oferta subsequente (follow on), visto que esse tem sido um caminho utilizado por outras companhias. Essa hipótese, porém, está fora do leque de opções, apesar de ter sido sugerida por bancos de investimento no ano passado. Procurado, o Grupo Pão de Açúcar afirmou que “o processo de venda está em andamento e não há nada material para divulgar neste momento”. Magazine Luiza, Amazon e Tencent não comentaram.

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Siga a @colunadobroad no Twitter