GR, de segurança, vê receita crescer 13% em 2019 e quer manter ritmo

Fernanda Guimarães

08 de dezembro de 2019 | 04h00

O Grupo GR, que atua no mercado de segurança patrimonial e serviços terceirizados, deve encerrar 2019 com expansão do faturamento em 13%, para R$ 550 milhões. A dose deverá ser repetida no ano que vem, quando a empresa espera que o ritmo de crescimento da receita se mantenha ao menos em 10%. O crescimento da empresa vem em um período de crescimento baixo para o setor de segurança no Brasil.   Entre os anos de 2015 e 2017,  o setor encolheu 11%, no acumulado, e em 2018 ficou no zero a zero.

Notícia publicada no Broadcast dia 06/12/2019, às 08:52:36.

Contato: coluna.broadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Grupo GRterceirização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: