Grupo Indigo planeja investir R$ 200 milhões no Brasil em 2021

Grupo Indigo planeja investir R$ 200 milhões no Brasil em 2021

André Ítalo Rocha

24 de fevereiro de 2021 | 05h05

O grupo assumiu em 2020 a gestão dos estacionamentos do Parque do Ibirapuera. Foto: Felipe Rau/Estadão

Líder global em gestão de estacionamentos, o Grupo Indigo está com apetite para investir no Brasil. Após direcionar R$ 53 milhões na operação brasileira em 2020, a companhia pretende quadruplicar os aportes em 2021. A expectativa é que os investimentos superem a casa dos R$ 200 milhões em 2021, o que seria, no mínimo, um crescimento de 277% em relação ao ano passado.

Expansão. Com sede na França e presença em 12 países, o Grupo Indigo está no Brasil há cinco anos e, em 2020, assumiu a gestão dos estacionamentos do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e de 50 laboratórios de medicina diagnóstica, também na capital paulista. Com os recursos a previstos para 2021, a ideia é trazer inovações do segmento para o País, além de investir em novos empreendimentos e nas operações atuais.

Foco, força e fé. Os aportes devem acontecer apesar de o grupo ter enfrentado uma queda de 30% no faturamento global em 2020, ano marcado pela pandemia e pelo isolamento social. O grupo tem cerca de 2,4 milhões de vagas de estacionamento sob gestão.

Tudo o que sabemos sobre:

Grupo IndigoestacionamentoIbirapuera

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.