Iguá Saneamento contrata Bradesco para levar leilão da Cedae

Iguá Saneamento contrata Bradesco para levar leilão da Cedae

Cynthia Decloedt e Cristian Favaro

06 de novembro de 2020 | 05h21

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Depois de perder a disputa para a BRK Ambiental no leilão de concessão de saneamento de Casal, em Maceió, a Iguá Saneamento contratou o Bradesco para dar assessoria financeira e crédito para fazer a melhor proposta ao leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae). Com bala na agulha, a ideia é não dar chance à concorrência. A concessão dos serviços de água e esgoto em 47 municípios, incluindo a capital, pode render algo como R$ 10 bilhões em pagamento de outorgas para o Estado do Rio de Janeiro. A Iguá foi procurada, mas não quis se manifestar sobre o tema.

Colchão. Recentemente, a Iguá levantou R$ 880 milhões com a emissão de debêntures de infraestrutura com o selo de sustentabilidade. Mas não desistiu da oferta de ações em Bolsa, conforme circulou no mercado. A empresa olha para uma nova janela, provavelmente no início do próximo ano.

Briga. A Iguá esta com apetite para a disputa. O grupo tentou levar o projeto da Casal em um consórcio junto da Sabesp, com proposta de outorga de R$ 1,478 bilhão, mas perdeu para a BRK, que ofereceu R$ 2,009 bilhões. No projeto de esgotamento sanitário da Sanesul (MS), a Iguá disputou sozinha, mas acabou vencida pela Aegea, que ofertou de R$ 1,36 por metro cúbico de esgoto faturado, representando deságio de 38,46% contra o preço máximo do edital (a proposta da Iguá foi de 23,08% de deságio).

Concorrência. O mercado espera forte concorrência na Cedae, que deve atrair investidores financeiros, assim como participantes internacionais. Esses grupos ficaram de fora nos últimos três leilões do setor (Casal, Cesan e Sanesul) diante das características menos favoráveis para competidores com maior capacidade financeira.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

CedaeIguábradesco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: