Ilan quer mudança na lei de liquidação dos bancos até maio de 2017

Ilan quer mudança na lei de liquidação dos bancos até maio de 2017

Coluna do Broadcast

26 de outubro de 2016 | 05h00

ilan_dusek_blog

(Foto: André Dusek/Estadão)

A mudança na lei de liquidação extrajudicial e de intervenção em bancos tem de ficar pronta até maio do ano que vem. Essa é a ordem encaminhada para os técnicos do Banco Central pelo novo presidente da instituição, Ilan Goldfajn. A principal e mais delicada alteração está na premissa de transformar em participação acionária o dinheiro de depositantes se a instituição ficar insolvente. O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) seguiria cobrindo o prejuízo de correntistas e investidores até R$ 250 mil. Depois disso, os correntistas ficariam com ações do banco liquidado. A alteração atende exigências do acordo de Basileia e, inicialmente, seria voltada aos grandes bancos. Mas pode ser estendida a todos. /COM FERNANDO NAKAGAWA

Tudo o que sabemos sobre:

Banco CentralIlan Goldfajn

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.