Impacto no PIB de reforma administrativa não é visto como imediato

Impacto no PIB de reforma administrativa não é visto como imediato

Coluna do Broadcast

18 de setembro de 2019 | 04h00

Um porcentual de apenas 24% de empresários e dirigentes de empresas, o chamado “C-level”, esperam impacto já no primeiro semestre do ano que vem de uma eventual aprovação da reforma administrativa ainda este ano. A pesquisa foi realizada pela Signium, empresa de recrutamento com mais de 200 entrevistados. Já em relação à reforma tributária, o mesmo grupo é otimista. Para 94%, o novo sistema de impostos vai melhorar o ambiente de negócios e reduzir o desemprego, e 52% deles acreditam ser esta uma prioridade para o País. Ainda, 85% defendem a unificação dos impostos municipais, estaduais e federais em um tipo de Imposto sobre Valor Agregado (IVA).

contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: