Inadimplência nos condomínios de SP fecha 2020 no menor nível em 16 anos

Inadimplência nos condomínios de SP fecha 2020 no menor nível em 16 anos

Fernanda Guimarães

26 de janeiro de 2021 | 05h05

Prédio residencial recém-entregue em São Paulo. Foto: Nilton Fukuda / Estadão

 

Em meio à pandemia, o índice de inadimplência no pagamento da cota condominial fechou o ano de 2020 em 2,17%, o menor patamar registrado em toda a série histórica do levantamento, que começou a ser tabulado em janeiro de 2004. O indicador foi medido pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC).

Passado negativo. O Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (IPEMIC) bateu recorde em abril de 2005, quando o porcentual chegou a 7,36%. A AABIC considera devedor inadimplente para o cálculo do IPEMIC os condôminos que atrasam o pagamento da cota condominial por 90 dias após a data do vencimento.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 25/01/2021 às 12:16

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.