Indiana Aditya Birla avalia fábrica com a Eco Floresta

Indiana Aditya Birla avalia fábrica com a Eco Floresta

Coluna do Broadcast

28 de novembro de 2018 | 04h00

O conglomerado indiano Aditya Birla avalia com a Eco Brasil Florestas a instalação, em Tocantins, de uma fábrica de celulose solúvel, usada na fabricação de viscose, na indústria farmacêutica e de alimentos. A Eco Brasil Florestas, empresa que recebeu investimentos das famílias Safra, Zogbi e Moritz, possui 36 mil hectares de florestas de eucaliptos. A expectativa é de que o projeto de celulose seja na casa de US$ 1 bilhão.

O mercado global de celulose solúvel é de aproximadamente 8 milhões de toneladas. Já o de celulose regular é de 62 milhões de toneladas. O diretor-presidente da Eco Brasil, Marcos Stolf, diz que a empresa “sempre conta com estudos estratégicos”, mas que não há, no momento, parceria a ser anunciada. Já a Aditya Birla não comentou. Em junho deste ano, a Duratex anunciou a criação de uma joint venture com o grupo austríaco Lenzing para a instalação de uma fábrica de celulose solúvel em Minas Gerais, com investimentos de cerca de US$ 1 bilhão.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

celulose

Tendências: