Indicadas da Aberdeen saem na frente na disputa por Conselho da Vale

Indicadas da Aberdeen saem na frente na disputa por Conselho da Vale

Coluna do Broadcast

06 de outubro de 2017 | 05h00

Apoiada pela gestora Aberdeen, a especialista em governança corporativa Sandra Guerra ganhou pontos na corrida pelo conselho de administração da Vale. A consultoria internacional de recomendação de votos Glass Lewis se manifestou a favor de Sandra para a eleição de conselheiros independentes marcada para o dia 18 deste mês. O voto nela foi recomendado ainda pela Institutional Shareholder Services (ISS), assim como em Isabella Saboya, conselheira da Wiz e do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) que também foi indicada pela gestora britânica. Nesta sexta-feira, 6, Glass Lewis e ISS tornarão pública sua recomendação de voto.

Diversidade
O relatório de recomendação da Glass Lewis ressalta a extensa experiência internacional de Sandra, seu conhecimento em governança e na implementação de mudanças relevantes nas empresas. Para a ISS, seu nome e o de Isabella provavelmente trarão diversidade e um conjunto diferente de habilidades ao conselho da Vale.

Agenda livre
Tanto a Glass Lewis como a ISS avaliaram bem todos os candidatos na disputa. Sandra e Isabella, no entanto, têm a vantagem de possuírem menos compromissos com outros conselhos em comparação aos concorrentes Marcelo Gasparino, conselheiro na Eletropaulo e na Eternit, e Ricardo Reisen, conselheiro da Oi, indicados por um grupo de minoritários liderado por Geração Futuro e Tempo Capital. A assembleia do dia 18 elegerá pela primeira vez membros independentes ao conselho da mineradora. Estão em disputa 2 de um total de 12 vagas.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.